em destaque

CM TV

Diretor Octávio Ribeiro
Dir.-adj. Carlos Rodrigues, Armando Esteves Pereira, Eduardo Dâmaso, José Carlos Castro
Dir.-adj. de Programação Francisco Penim
Chapéus há  muitos...

Chapéus há muitos...

20 de maio, 00:30

No filme, o estudante/fadista enganava as tias beneméritas que lhe enviavam dinheiro para pagar as propinas.

O que liga Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, ao Vasquinho da anatomia, personagem imortal, representada por Vasco Santana no filme de Cottinelli Telmo a ‘Canção de Lisboa’? Um curso superior.

No filme, o estudante/fadista enganava as tias beneméritas que lhe enviavam dinheiro para pagar as propinas. A mesada desaparecia em copos nas casas de fado de Lisboa.

No caso de Madureira, os 5000 euros pagos no Mestrado em Gestão do Desporto desaparecem nas bancadas do Estádio do Dragão e nos relvados da Divisão de Elite sempre que o Canelas entra em campo.

Os professores do Instituto Universitário da Maia (ISMAI) classificaram a tese de Madureira com 17 valores. E que tese era essa? Um estudo sobre a criação de um espaço sem cadeiras, onde a claque portista se poderia manifestar em novas formas de apoio ao clube.

Certamente que Fernando Madureira lá terá os seus méritos académicos, que foram reconhecidos pelo corpo docente na nota final. Mas como diria o Vasquinho da Anatomia, na sua visita/consulta aos animais do Jardim Zoológico: "Chapéus há muitos seu palerma!"

comentários

comentar
Faltam 350 caracteres